Pular para o conteúdo principal

Postagens

Dica de Filme

"Nós Somos as Melhores"
2013
Direção: Lukas Moodysson


Divertido e "descompromissado" filme do diretor de "Para Sempre Lylia" é uma produção empoderadora sobre três jovens que não se adaptam ao sistema
Filmes podem ser analisados de diversas formas. Uma das mais interessantes é entender a intenção da obra no decorrer dela, quando, a princípio, pensávamos se tratar de uma história completamente diferente daquele que se iniciou. Ou seja, tem aquelas produções que nos "enganam", digamos assim. Parecem que vão por um caminho, mas, não são necessários mais do que alguns minutos para perceber que certos filmes, na verdade, vão por outro viés, mesmo que não abandonem a sua premissa original (nem a sua essência). Nós Somos as Melhores, do diretor sueco Lukas Moodysson, segue por esse caminho, e, assim como ótimas produções estreladas por crianças e/ou adolescentes nos últimos anos (não tem como não citar o cativante Pequena Miss Sunshine), ele …
Postagens recentes
Dica de Filme

"Cortina de Fumaça"
1995 
Direção: Wayne Wang


Pérola do cinema independente dos anos 90, "Cortina de Fumaça" entrega um resultado muito bonito, de uma ética bastante sólida
Alguns filmes são bem simples. E, de tão simples, acabam se tornando grandes. Apenas com boas premissas, bons diálogos, bons personagens. Uma conjuntura de fatores que fazem de uma produção algo único. Alguns, forçam a barra para parecerem simples e descompromissados. Outros, fazem isso de maneira mais natural, orgânica. Cortina de Fumaça está inserido nessa segunda categoria. Vai começando devagar, com um diálogo, aparentemente solto aqui e acolá, até desembocar num rio de reflexões, que, longe de serem meramente moralistas, mostram coisas muito simples da vida, como dar atenção a coisas realmente importantes, mesmo diante dos inevitáveis percalços em meio a caminho tortuosos.




O que torna filmes assim tão especiais é que eles partem de um conjunto de princípios muito positivos, e se t…
Dica de Filme

"A Balada de Buster Scruggs"
2018 
Direção: Joel e Ethan Coen


Os irmãos Coen voltam em grande estilo, num filme absolutamente engraçado, singelo e reflexivo a respeito da vida e da morte 
Os irmãos Coen sempre foram sinônimo de qualidade, mesmo em seus momentos menos inspirados, o que comprova a capacidade deles de permanecerem numa espécie de padrão, bem acima da média dos atuais realizadores de cinema. Por mais que a maioria dos seus filmes sejam absurdos, imersos em situações pra lá de nonsenses, suas produções têm mais a dizer do que aparentam na superfície. Dito isto, é interessante notar que o mais recente longa da dupla, A Balada de Buster Scruggs (produção exclusiva Netflix), aposta numa estrutura inteligente e bastante "esperta", composta de pequenos contos (como se estivéssemos lendo um livro), onde, de início, rimos dos absurdos habituais dos Coen, mas, ao poucos, vamos imergindo numa profunda, triste e, por vezes, muito bonita, analogia sobre …
Dica de Livro

"As Coisas que Perdemos no Fogo" 
2017
Autora: Mariana Enriquez 


Escritora usa o terror para abordar, nas entrelinhas, temas como ditadura militar, violência urbana e outros assuntos realmente assustadores da vida real
Fazer histórias terror não é algo relativamente fácil, ainda mais nos dias de hoje, onde parece que praticamente tudo já foi feito em se tratando desse gênero, e nada mais consegue assustar as pessoas. Mas, eis que surgem, de vez em quando, artistas com um toque genial, que conseguem pegar algo clichê, misturá-lo com fatos do cotidiano, e fazer com que medos reais se tornem tão ou mais aterrorizantes do que o pior dos monstros. A escritora Mariana Enriquez é uma dessas artistas, e consegue com este As Coisas que Perdemos no Fogo, algo que parecia distante nos tempos atuais: faz com que sintamos um pavor enorme com histórias de terror, algo que vai do incômodo gerado por um ambiente estranho, ao choque por presenciar algo verdadeiramente macabro.


Mas,…
Dica de Documentário

"Feministas: O que elas estava pensando?" 2018 Direção: Johanna Demetrakas

Documentário original da Netflix expõe a necessidade do Feminismo nos dias atuais através da perspectiva de quem viveu a efervescência do movimento nos anos 70
O Feminismo ainda incomoda. Muito. Sejam homens ou mulheres, só a menção da palavra parece causar ojeriza em algumas pessoas, como se ser feminista fosse uma grave doença. De fato, há muito o que melhorar nesse sentido, mas, então, imaginemos como era há cerca de 40 anos atrás, quando o machismo conseguia ser ainda mais forte e brutal? E, é justamente nesse contexto que as personagens do documentário Feministas: O que eles estavam pensando? estavam inseridas, e, décadas depois estão aqui para relembrar o passado, analisar o presente e propôr para o futuro.



O documentário tem por base um ensaio fotográfico feito por Cynthia MacAdams na década de 70 com algumas ativistas do movimento feminista, como, por exemplo, a atriz Jane Fon…
Dica de Filme

"Nasce uma Estrela"
2018
Direção: Bradley Cooper


Quarta refilmagem de Nasce uma Estrela é um comovente relato de um relacionamento amoroso cheio de complicações
Por mais que se diga o contrário, as histórias de amor são, sim, repletas de possibilidades. Através delas, você pode contar um drama, uma comédia ou até mesmo um enredo de terror. E, ainda por cima, são narrativas que podem ter camadas e mais camadas, onde se pode flertar com diversos e pertinentes temas. Nasce uma Estrela, quarto filme a ser feito com a mesma historia (o primeiro é datado de 1937), aborda justamente uma dessas histórias. Essa nova versão se atualiza para contar aquilo que, aparentemente, é um típico romance água com açúcar que tanto vemos por aí, mas, que aponta para outros horizontes, alguns deles, bem pouco óbvios.




Os primeiros minutos de projeção são interessantíssimos. Mostram ambos os protagonistas, cada um inicialmente separado do outro, em seus respectivos ambientes, para depois se…