Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 4, 2016
Dica de Filme

"A Geração Maldita" (1995)
Direção: Gregg Araki.


1995 foi um ano muito forte em termos de filmes que retrataram os adolescentes daquela geração. Só pra citar dois exemplos dos mais emblemáticos: "Kids" e "Diários de um Adolescente". Já, este "A Geração Maldita" é um dos menos conhecidos dessa espécie de tendência em mostrar os jovens de maneira mais crua e incômoda, mas, nem por isso é desprovido de qualidades. Ao contrário: erra em alguns momentos, sim, mas, o faz com tanta paixão e furor, que muitos desses deslizes compensam.
Apelidado de o "Assassinos por Natureza para adolescentes", o filme não polpa em mostrar uma geração, de fato, perdida. Desesperança e tristeza acompanham cada um dos personagens principais. Amy Blue é uma jovem misteriosa, que pode ser mais do que aparenta. Junto com o seu ingênuo namorado, Jordan White, começam uma viagem sem rumo pelas estradas. No meio do caminho encontram o insano Xavier Red, qu…
Dica de Filme

"Ave, César" (2016)
Direção: Joel e Ethan Coen

Quanto mais o tempo passa, mais fica a impressão de que o cinema norte-americano perdeu a capacidade de fazer boas comédias. Reparem: 95% das que surgem, anualmente, são tão apelativas, que constrangem mais do que fazem rir. Geralmente, são produções com piadas de mau gosto, palavrões e todo o tipo de escatologia. Fica cada vez mais difícil encontrar um roteiro inteligente, que saia do lugar comum, e, ao mesmo tempo, seja realmente engraçado, como uma comédia tem que ser. "Ave, César", mais recente filme dos irmãos Coen, é essa exceção, a chamada gota no oceano.

E, percebam que, pra isso, nem precisaram muito. A história, em si, aparenta não ter grandes atrativos ou mesmo novidades. Estamos na Hollywood dos anos 50, e nela, conhecemos Edward Mannix, que tem um serviço um tanto inusitado na Capitol Pictures, estúdio do qual trabalha: proteger suas estrela de cinema de grandes escândalos e polêmicas. Eis que …
Dica de Documentário

"O Ódio na Internet" (2014)
Direção: Rokhaya Diallo e Mélanie Gallard.


Infelizmente, nos últimos tempos, a Internet vem se transformado numa plataforma muito eficiente para disseminar o ódio e a intolerância. Uma das vítimas dessa recente "modalidade" na Rede foi a jornalista francesa Rokkaya Diallo. Muito ativa nas redes sociais, ela sempre expôs muito de sua opinião nelas, e isso sempre gerava discursos enraivecidos contra sua pessoa. A gota d'água foi quando recebeu, via Twitter, uma ameaça de estupro: "Alguém tem que estuprar a idiota da Rokhaya. Assim, o racismo acaba." Em ataques anteriores, Rokhaya ignorou as ofensas. Desta vez, no entanto, decidiu revidar, e foi daí que surgiu a ideia deste documentário.
Primeiro, procurou um advogado para saber que atitude tomar. Surpresa, viu que os trâmites para se denunciar um crime virtual é mais complicado do que se imagina, principalmente, devido à empresa que controla determinada pla…
Dica de Filme

"El Topo" (1970)
Direção: Alejandro Jodorowski.


Uma profunda e intensa preocupação com as coisas do ser humano. Não dá pra falar de Alejandro Jodorowski sem citar essa sua latente característica. Por mais surreal e incompreensível que possam ser suas obras, elas sempre têm uma mensagem em seus sub-textos que denota uma crítica pertinente, um sarcasmo bem colocado, uma alfinetada certeira. O cineasta, é bom dizer, possui um imenso conhecimento sobre diversas coisas, mas, seus filmes estão longe de serem pedantes. Não são o tipo de produção pra pseudo-cult ver, portanto, e, por isso, Jodorowski será, pra sempre, uma espécie de maldito do cinema, que se recusou a se enquadrar em qualquer rótulo ou nicho. Ele, ainda hoje, está além disso.

E, com o em qualquer outro filme do cineasta, não esperem uma lógica narrativa, pelo menos, daquela com a qual estamos acostumados. Em princípio, poderíamos descrever "El Topo" como um western surreal. Mas, ainda assim, é …
Lista

10 Capas Assustadoras de Discos Muito Bons


Quando se pensa na concepção da capa de um disco, principalmente, quando se trata de rock pesado, geralmente, a intenção é chocar o público, mesmo. Poucos, porém, são os que conseguem compor imagens verdadeiramente assustadoras, mas, sem serem apelativas, e ainda, de quebra, representar uma música que seja realmente boa. Por isso, o critério para a escolha dessa lista foram, basicamente, três: a capa precisa ser bastante sinistra, não pode ser apelativa, principalmente, em termos de violência (por isso, nada de fotos reais de coisas sangrentas) e ter, em seu conteúdo, um álbum de qualidade. Simples assim.


10°
"I Am Nemesis" (2012)
Caliban


"Stormblast" (2001) Dimmu Borgir

"Unto the Locust" (2011) Machine Head

"Wild Dogs" (1983) The Rods

"Arise" (1991) Sepultura

"Brain Drain" (1989) Ramones
Filme Mais ou Menos Recomendável

"Aquarius" (2016)
Direção: Kléber Mendonça Filho


Convenhamos: um filme é um filme, e nada mais. Pode representar muito bem um período histórico, passar uma mensagem necessária para o público naquele momento ou, como conseguem alguns cineastas, ser um verdadeiro tour the force contra um sistema opressor, autoritário e fascista ("O Grande Ditador", "Terra em Transe", etc.). Mas, em geral, um filme é apenas um mero reflexo do realizador,  Além disso, vejo que em "Aquarius", voluntariamente ou não, foi alimentada uma polaridade política em torno dele, devido ao nosso atual momento, o que prejudicou a sua recepção e percepção . Depois do protesto de sua equipe no Festival de Cannes contra o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef, foi iniciada uma verdadeira batalha contra e a favor da produção. Tratar do filme em si, pelo o que ele é como cinema, pouco vi até agora e por isso, a resenha que segue tentará abordar &qu…