Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 28, 2014
DICA DE FILME

"E AGORA, AONDE VAMOS?" (2011)
Direção: Nadine Labaki.


O que é preciso fazer para se manter a paz? Para as mulheres retratadas em "E Agora, Aonde Vamos?" a solução encontrada foi distrair os homens de todas as formas possíveis.

A aldeia na qual a estória se desenrola fica no Líbano. Lá, há uma clara divisão entre as religiões cristã e islâmica. O lugar, rodeado por minas terrestres, tem apenas uma velha ponte que o liga às outras comunidades da zona.



À medida que a guerra avança no país, as mulheres da aldeia, fartas de fazer o luto pelos seus maridos e filhos, decidem boicotar a informação que lhes chega, destruindo o rádio e televisão comunitários.

Este é um filme que consegue mesclar comédia e drama de maneira bastante eficiente. Ao mesmo tempo que rimos dos planos das mulheres para entreter os homens, em outras cenas sentimos um nó na garganta com situações muito tristes, como o de uma mãe que chora a morte de seu filho, numa sequência realmente for…
DICA DE FILME

"TEMPOS MODERNOS" (1936)
Direção: Charles Chaplin.


É um desafio falar de um clássico do cinema, principalmente, os mais antigos. O momento histórico era outro e, além disso, parece que tudo o que era pra ser dito sobre tal obra já foi exposto. Mas, se uma arte ainda é relevante para entendermos nossa sociedade, como "Tempos Modernos", sua indicação será sempre obrigatória.

Incrível como Chaplin foi pioneiro em diversas questões sociais presentes aqui. A máquina substituindo o homem e o homem virando máquina, a produção em massa explorando os trabalhadores, greves, desemprego... Tudo isso é mostrado sem soar panfletário ou didático.



A produção já começa "alfinetando" o conceito atual de trabalho, onde vemos carneiros em bando indo para algum lugar, e, logo após, são mostradas pessoas apressados andando pelas ruas. Como uma massa somente para fazer o sistema funcionar.

A própria fábrica onde Carlitos trabalha é opressora e nem um pouco confortáv…
DICA DE FILME

"O SUBSTITUTO - INDIFERENÇA" (2011)
Direção: Tony Kaye.


"E, nunca me senti tão profundo, e, ao mesmo tempo, tão alheio de mim e tão presente no mundo."
(Albert Camus)

Sentir o peso do mundo nos ombros faz parte da vida de Henry Barthes. Não é algo intencional, é bom frisar. Trata-se de uma condição que ele adquiriu desde criança, quando teve que passar por tragédias pessoais, como o suicídio da mãe. Henry existe enquanto se preocupa com quem está ao seu redor; pode ser tanto uma aluna com problemas de auto-estima ou uma prostituta de rua que não tem para onde ir.

Atualmente, Henry cuida de seu avô, que está bastante doente. Este, e tantos outros agravantes, fazem com que ele passe para o lado pessoal e profissional tudo o que sofreu. Por enxergar as coisas um pouco mais além, tenta fazer a diferença para aqueles que precisam de algum tipo de ajuda.



Além disso, ele chega como professor substituto em uma escola problemática, que, um dia, já foi modelo de e…