Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017
Dica de Filme

"Planeta dos Macacos: A Guerra"
2017
Direção: Matt Reeves


CONCLUSÃO DA RECENTE TRILOGIA DO "PLANETA DOS MACACOS" SE MOSTRA COMO UM BAITA DRAMA DE GUERRA, ONDE O CONFLITO É MAIS INTERNO DO QUE EXTERNO
Tem como um blockbuster atual possuir uma carga dramática profundamente intensa? Impossível, não é, mas, ao mesmo tempo está cada vez menos provável assistirmos a uma superprodução do cinema com "substância". Fica a impressão de que o público médio e os grandes estúdios estão numa espécie de acordo tácito que impõe um "limite" pra se fazer esse tipo de filme: os personagens precisam ser rasos, a ação, desenfreada e confusa, e aquela famigerada edição de videoclipe. Portanto, chega a ser não só gratificante, mas, surpreendente, que uma produção como "Planeta dos Macacos: A Guerra" tenha sido realizada em pleno ano de 2017, um "blockbuster" com pouquíssimas cenas de ação, e com um drama pesado, denso e violento, quase com…
Filme Mais ou Menos Recomendável

"Baby Driver: Em Ritmo de Fuga"
2017
Direção: Edgar Wright


A DESPEITO DO SEU TÍTULO EM PORTUGUÊS, "EM RITMO DE FUGA" PERDE RITMO AO LONGO DE SUA NARRATIVA, VIRANDO, AO FINAL, SÓ MAIS UM FILME "COOL"
Muitos, talvez, não se deem conta, mas, cinema também é diversão, também é ambiente para desopilar a mente, esquecer os problemas e embarcar numa história fantasiosa e absurdamente descompromissada. Portanto, não há problema algum com filmes "cool", ou, simplesmente, "legais". O problema está no fato de que, na maioria dos casos, produções que seguem por esse caminho, ironicamente, não conseguem manter a aura "cool" o tempo todo. Ao contrário: é bastante comum esse tipo de filme começar a todo vapor, completamente alucinado, e, aos poucos, ir perdendo fôlego e se rendendo a clichês baratos. E, "Baby Driver", mais novo projeto do diretor Edgar Wrght (de "Scott Pilgrim Contra o Mundo"…
Dica de Filme

"Círculo de Fogo"
2013
Direção: Ghillermo del Toro


MESMO REPLETA DE CLICHÊS, ESTA INTERESSANTE HOMENAGEM NERD DE DEL TORO À MÍTICA DOS ROBÔS GIGANTES DIVERTE E EMPOLGA NA MEDIDA CERTA
O tal do blockbuster hollywoodiano é um troço complicado. Ele precisa se adequar a certos moldes para ser uma autêntica superprodução ao gosto do público médio. Quando não faz isso, é considerado "cabeça demais" para os cinéfilos em geral, e "raso demais" para os mais exigentes ("A Chegada" é um bom exemplo disso). E, há aqueles que se enquadram numa espécie de meio termo: nem são ousados o suficiente para fugirem dos padrões dos blockbusters, nem são abertamente descompromissados, no sentido mais absurdo da expressão "desligue o cérebro, e se divirta". Nesses casos, passa uma tremenda sensação de possibilidades não realizadas, mesmo que o componente "diversão" seja de ótima qualidade. É o que vamos encontrar em "Círculo de Fogo&q…
Dica de Filme

"Blade Runner - O Caçador de Androides"
1982
Direção: Ridley Scott


MESMO COM ALGUNS EFEITOS TÉCNICOS DATADOS, "BLADE RUNNER" CONTINUA SENDO UMA FICÇÃO CIENTÍFICA DENSA, PROFUNDA E VISCERAL
É inegável que algumas obras perdem força com o passar do tempo, por diversos motivos, e um dos principais é que seus realizadores só pensaram no contexto do tempo em que essas obras foram feitas. Só que existem outras que permanecem relevantes, mesmo que, visualmente, não tenham mais o mesmo impacto que antes. Isso porque o seu conteúdo (história, personagens, direção) são tão fortes, que, assistidos anos depois, décadas depois, essas obras ainda têm muito o que nos dizer. E, uma dessas que ainda resiste bravamente até hoje é o filme "Blade Runner - O Caçador de Androides", "somente" o longa do então novato Ridley Scott, mas, cujo nível de maturidade na condução da trama não deixou a dever a nenhum veterano da sétima arte.



"Blade Runner" é…
Dica de Disco

"Psychotic Symphony"
2017
Artista: Sons of Apollo


SUPERGRUPO FORMADO POR FERAS COMO JEFF SCOTT SOTO E MIKE PORTNOY FAZ DE SEU DEBUT UMA AULA DE HEAVY METAL
Para alguns, ficou cansativo esse negócio de supergrupos formados por músicos famosos de outras bandas. De fato, de, por um lado, boa parte do material lançado através desses projetos só consegue ficar numa média aceitável, é inegável que, vez ou outra, surgem supergrupos que fazem por merecer a fama individual de seus integrantes, compondo um som bastante poderoso. E, é isso o que vamos encontrar em cada acorde de "Psychotic Symphony", álbum de estreia do Sons of Apollo, formado pelo baterista Mike Portnoy (ex-Dream Theather e Adrenaline Mob e atual The Winery Dogs), pelo baixista Billy Sheehan (ex-David Lee Roth e Mr. Big e atual The Winery Dogs), pelo tecladista Derek Sherinian (ex-Dream Theather e atual Black Country Communion), pelo guitarrista Ron "Bumblefoot" Thal (que participou da gr…
Dica de Filme

"mãe!"
2017
Direção: Darren Aronofsky


PEQUENAS ALEGORIAS SE JUNTAM A UMA ALEGORIA AINDA MAIOR NESTE INTERESSANTE EXERCÍCIO DE ESTILO DO CONCEITUADO DIRETOR DARREN ARONOFSKY
Com o passar dos dias, e as impressões cada vez mais acaloradas em relação a "mãe!", está virando clichê dizer que a mais nova experiência cinematográfica de Aronofsky é "difícil", "cheio de camadas", e por aí vai. Em tese, é verdade, já que poucos cineastas hoje em dia se arriscam com um projeto mais ousado. Mas, também é verdade que "mãe!", a despeito do seu poderoso discurso principal, está longe de ser um clássico moderno, como muitos têm apontado, porém, não é, de maneira alguma, a porcaria que o "público multiplex", por falta de costume em assistir algo mais desafiador mesmo, anda alardeando por aí. De início, o que posso dizer é que "mãe!" é um filme intenso, que mexeu com cada um dos meus sentidos durante as suas duas horas de d…