Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 13, 2016
Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Dica de Documentário

"Martírio" (2016)
Direção: Vicent Carelli


O Brasil não conhece os seus índios. A representação que temos dos nativos que aqui (sobre)vivem é o mais estereotipado possível: o indígena caricato norte-americano, dos filmes de faroeste. Isso porque temos dificuldade em aceitar que existam povos bem próximos a nós, que foram pioneiros nessas terras, e que após anos de perseguições e massacres, desejam apenas um pouco do que lhes foi tirado. Claro, o senso comum é taxativo ao colocar os índios como aqueles que atrasam o progresso. E, uma das etnias que mais vem lutando por seus direitos, e tem pago um preço altíssimo por isso, é a dos Guarani-Kaiowá, que, atualmente, são cerca de 60 mil em todo o território nacional.
Apresentado este ano pela primeira vez no Festival de Brasília, o ótimo documentário "Martírio", do cineasta francês (e morador da cidade pernambucana de Olinda há 16 anos) Vincent Carelli, em parceria com Ernesto de Carvalho e Tita, é o s…
Dica de Filme

"Doutor Estranho" (2016)
Direção: Scott Derrickson


O último filme de super-heróis de 2016 prometia algo diferenciado, extravagante e até (perdão o trocadilho) "estranho". E, de fato, "Doutor Estranho" tinha tudo para ser uma produção acima da média dentro do estilo ao qual pertence. Mas, o que encontramos, a bem da verdade, é um produto bastante pasteurizado, já meio desgastado devido a tantos filmes com estrutura igual, mas, que ainda assim, diverte, e fica agradável de se assistir, mesmo que fique a inevitável sensação de decepção. E, um dos motivos pelos quais o freio de mão é puxado a todo momento, responde pelo nome MARVEL. Fica claro que o filme renderia (bem) mais caso fosse produzido por um outro estúdio, pelo menos, algum que desse mais liberdade para a vazão criativa de seus realizadores. No entanto, a cada minuto, exclamamos: "este é um filme da Marvel", e isto não é bom.
Uma outra falha do filme, mas, aí já se refere ao c…
Dica de Filme

"Videodrome"
Direção: David Cronenberg


Os fãs do cinema de Cronenberg já estão habituados ao seu estilo pouco ortodoxo, e um  tanto bizarro. Portanto, pra quem já está habituado aos seus filmes, sabe que um de seus temas prediletos é a anomalia, a doença em si, que pode ser tanto física, como psicológica, atingindo tanto uma pessoa específica, quanto toda uma coletividade. Obviamente que a doença nos filmes do cineasta canadense é uma metáfora, que aqui pode ser facilmente identificada como uma crítica à alienação provocada pelos meios de comunicação, em especial, a TV.

E, como quase sempre acontece nas produções do diretor, em "Videodrome", não temos heróis, mas, também não há vilões típicos. O que encaramos em cada personagem do filme é a mais pura vilania do ser humano, a incontrolável ação do homem em, sem escrúpulos, conseguir algo em troca do prazer, geralmente, sexual, mesmo que isso implique na degradação alheia. É, em linhas gerais, o que pensa…
Dica de Filme

"Alemanha Ano Zero" (1948)
Direção: Roberto Rossellini


"Filmes de guerra", são, geralmente, muito estigmatizados. A maioria, de fato, não oferece muito além de uma visão um pouco maniqueísta dos fatos, além de se aterem, às vezes, muito mais à ação das batalhas, do que no genuíno drama que uma guerra provoca. "Alemanha Ano Zero", terceiro filme da "trilogia da guerra" de Rossellini, foge dos padrões, primeiro, porque foi realizado pouquíssimo tempo depois do término da Segunda Guerra. Ou seja, o mundo (em especial, a Alemanha) ainda viviam, na carne, as consequências do conflito, o que dá ao filme um tom quase documental. E, outra coisa que faz com que o filme se destaque é a sua visão pessimista dos miseráveis que sobrevivem ao pós-guerra, sem nenhum pingo de heroísmo; apenas gente normal tentando sobreviver.

A história é a mais simples possível, mas, não menos comovente. Vemos uma família, mais alguns outros moradores, vivendo numa…
Dica de Disco

"Hardwired... To Self-Destruct" (2016)
Artista: Metallica


Redenção. Não há palavra melhor para empregar nesse novo disco do Metallica. Depois de amargar anos e anos de duras críticas (algumas merecidas, outras, não), eis que, em pleno 2016, eles surgem com um discaço que, facilmente, é o melhor lançamento do ano em termos de rock. "Só" isso. Claro, quem é mestre, nunca perde sua majestade. Uma banda que já nos brindou com "Kill Em'All", "Ride The Lighting", "Master of Puppets" e o "Black Album", não iria desaprender a fazer boa música. Jamais. Então, o que "aconteceu". Talvez, fama, sucesso, tudo misturado com certa arrogância de pensar: "somos o Metallica. O que fizermos, todos adorarão!" A verdade, porém, foi outra. E, felizmente, eles acordaram. Antes tarde do que nunca.
Mas, por quê tanta empolgação? Simplesmente, porque "Hardwired... To Self-Destruct" é excelente, do começo a…