Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 11, 2015
DICA DE DISCO

"A Mulher do Fim do Mundo" (2015)
Artista: Elza Soares.



Algumas obras são um tanto complicadas de resenhar. Não porque, a priori, sejam boas ou ruins. Mas, é pelo fato de que sejam complicadas de enquadrá-las. Particularmente, nunca fui um grande fã de Elza Soares. O pouco que sabia eram alguns fatos de sua vida pessoal, e que ela foi endeusada por Adoniran Barbosa, num programa de TV, quando ainda ela era jovem. Só.

Portanto, fui ouvir este "A Mulher do Fim do Mundo" sem muita bagagem. De cara, achei o disco meio "solto", e um tanto cansativo. Então, dei mais uma chance, e o ouvi de novo. Resultado: a segunda audição, quem diria, ficou melhor, e pude vislumbrar uma obra mais completa e mais consistente.

Pra início de conversa, sim, Elza merece a alcunha de diva. Mesmo sem o alcance vocal dos tempos de outrora, ela ainda tem uma voz forte, potente, e que preenche os ambientes de forma competente. A dobradinha que abre este trabalho, "Canç…
DICA DE DISCO

"Anganga" (2015)
Artistas: Juçara Marçal e Cadu Tenório.


Há discos que, ou são difíceis de classificar, ou são difíceis de ouvir, ou são difíceis de indicar. "Anganga" é tudo isso junto. Não que seja ruim; muito pelo contrário. É que suas nuances são muito intensas, e é preciso um certo cuidado, tanto para não elogiar em demasia, nem para destruir suas qualidades. Calma, muita calma nesse momento.

Claro que muito dessa estranheza de "Anganga" decorre de nosso eterno defeito de gostar de algo, e querer que esse algo se repita ad infinitum. O primeiro disco solo da Juçara, "Encarnado", foi um petardo. Visceral, contagiante e estupendamente maravilhoso. Seria lógico esperarmos para uma espécie de "continuação" desse trabalho. Felizmente, não é o que acontece.

Artistas verdadeiramente talentosos não precisam do conforto do lugar-comum. Juçara Marçal, por exemplo, poderia muito bem fazer um novo "Velho Amarelo", ou uma…