Pular para o conteúdo principal
DICA DE FILME

"AMNÉSIA" (2000)
Direção: Christopher Nolan





Que há muito tempo o cinemão hollywoodiano carece de qualidade nos enredos, isso não é mistério pra ninguém. Geralmente, são filmes com muita pompa e pouco conteúdo, com roteiros burocráticos demais, e fórmulas requentadas. Muitas vezes, não passam de meras adapatações de alguma coisa (de livros sobre a Segunda Guerra a quadrinhos de super-heróis). As exceções são raríssimas. "Amnésia", dirigido pelo sempre competente Christopher Nolan, pode ser enquadrado nessas exceções.

A espinha dorsal do filme envolve um típico caso de vingança; a forma como a história é contada é o que faz toda a diferença. Com uma cronologia que mostra os fatos de traz pra frente, o roteiro brinca com a percepção do espectador o tempo todo, obrigando-o a prestar mais atenção às cenas do que o habitual. Sem forçar nenhuma situação em momento algum, não se sabe quem é o herói ou o vilão nessa história. Nada, aqui, portanto, é óbvio demais.



Até mesmo os clichês sentimentais (que, inevitavekmente, aliviam uma produção de suspense) são parte importante para a trama, visto que alguém com amnésia cria mundos e situações muitas vezes idealizadas, e que nunca existiram. E, esse problema acomete o personagem principal do filme de todas as maneiras. O que ele vê seria real? As pessoas com as quais se relaciona seriam mesmo de confiança?

A câmera de Nolan está genial. Sem se ater aos histrionismos do cinema norte-americano, ele filma tudo (até as cenas mais tensas) com calma e elegância. Afinal, num roteiro tão intricado desses, nada é o que parece ser, e cada cena precisa ser devidamente absorvida. E, nessa estrutura cabe até uma forma interessante de expôr as imagens: a sequência "cronológica" é mostrada em preto e branco; já os fatos não-lineares estão em cores.


Mesmo com tantas qualidades, é bom ressaltar que as atuações são o ponto fraco do longa. São boas, mas não chegam a se destacar. Guy Pierce, que interpreta o personagem principal, no fim das contas, sempre foi um ator muito mais esforçado do que qualquer outras coisa.

Já, a trilha sonora, que inclui Radiohead e David Bowie, é fascinante, e é outro ponto relevamte do filme, pois a desolação das músicas combinam como uma luva no desespero do personagem. Desespero esse não por não saber quem é, mas o que, de fato, está fazendo de sua vida.


Como em outros filmes de Nolan, "Amnésia" não é fácil de ser assimilado, pois testa o público o tempo todo. E, levando-se em consideração que o filme teve ótima aceitação, isso só mostra que uma boa parcela dos espectadores não quer apenas filmes do tipo "desligue o cérebro, e divirta-se"! Querem, antes de tudo, produções inteligentes, curiosas e bem acabadas como esta.

Grande estréia de Nolan no cinema!


Nota: 8,5/10.


Curiosidades:




* O filme é baseado no conto "Memento Mori", escrito pelo irmão do diretor, Jonathan Nolan.

* Achar distribuidores americanos para "Amnésia" foi bem difícil. Ele foi exibido para vários chefes de estúdio, e apesar da maioria dos executivos terem adorado o filme e elogiado o talento de Nolan, todos se recusaram a distribuir o filme, acreditando que ele era muito confuso e não atrairia um grande público. Só que depois do famoso diretor independente Steven Soderbergh ter visto o filme, e ter descoberto que ele não estava sendo distribuído, ele começou a falar da produção em entrevistas e eventos públicos. A Newmarket, em um movimento de alto risco, decidiu distribuir o filme. Resultado: mas primeiras semanas de distribuição, "Amnésia" arrecadou um total de aproximadamente US$ 25 milhões apenas nos EUA, e passou de 11 salas de exibição para 500!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Lista Especial Final de Ano

20 MELHORES DISCOS DE 2017


Este ano, em termos de música, foi um pouco melhor do que 2016, indiscutivelmente. Novos artistas mostraram trabalhos maravilhosos (Triinca, Royal Blood, Rincon Sapiência, Kiko Dinucci), ao mesmo tempo que alguns da velha guarda voltaram com tudo, em discos que parecem de início de carreira (Accept, Living Colour). 
Além disso, tevemos obras das mais variadas teméticas, desde a banda instrumental Macaco Bong fazendo uma reeleitura pra lá de insana do clássico "Nevermind", do Nirvana, até artistas como Rodrigo Campos, Juçara Marçal e Gui Amabis, que, com "Sambas do Absurdo", emularam à perfeição a obra do filósofo Albert Camus. 
O resultado desta excelente miscelânea sonora está aqui, numa lista com os 20 melhores discos lançados neste ano que passou, cada um com cheiro e gostos diferentes, mas, que, de forma alguma, são indigestos.
Bon appétit. 🍴

20º
"In Spades"
The Afghan Whigs


19º
"The Rise of Chaos…
Filme Mais ou Menos Recomendável

"Mulher Maravilha"
2017
Direção: Patty Jenkins


MAIS UM FILME DE SUPER-HERÓI GENÉRICO, "MULHER MARAVILHA" PECA, IRONICAMENTE, POR TER UM SUB-TEXTO MACHISTA EM SUAS ENTRELINHAS
Estamos diante de mais um filme de super-heróis, mais um do universo expandido da DC Comics no cinema, mais um com a enorme responsabilidade de entregar um material minimamente interessante, ao contrários dos pífios "Batman vs Superman" e "Esquadrão Suicida", sem dúvida, os dois piores filmes do gênero desses últimos anos, ao lado de "Quarteto Fantástico". Ou seja, "Mulher Maravilha" chega com uma tremenda carga a ser superada. A pergunta é: conseguiu cumprir a sua missão? Bem, digamos que sim e não. Ao mesmo tempo em que o filme acerta em alguns pontos que ficaram devendo em produções anteriores, ele também erra ao repetir alguns dos erros mais corriqueiros de longas do gênero, com um agravante que pode até causar certa polê…