Pular para o conteúdo principal
Dica de Filme

"Relatos Selvagens" (2014)
Direção: Damián Szifron.


Há filmes que conseguem requentar, de forma competente, velhas e batidas fórmulas. Uma produção, por exemplo, como "Relatos Selvagens", automaticamente, remete a "Short Cuts - Cenas da Vida" e "Magnolia". Ou seja, apresentam um mosaico de personagens, cada um com uma estória particular. A diferença é que "Relatos" não é um drama, e sim, uma comédia. Porém, tem similaridades com os outros longas no quesito ironia. E, nesse sentido, o filme é ótimo.

Cada um de seus seis capítulos joga e brinca com conceitos, esteriótipos, problemas cotidianos, etc. Um dos melhores é o terceiro, ao mostrar dois homens que, brigando numa estrada por motivos banais, descobrem da pior forma as consequências de uma violência insana. E, esse mote segue praticamente em todos os outros episódios: uma crítica pesada ao nosso atual mode vida, ao status quo, mas, sempre com um sarcasmo feroz.




Até por ser um filme "dividido", ele não cansa, e é até bastante leve e engraçado de se assistir. Quando se percebem as pequenas sutilezas do roteiro, a produção fica ainda melhor. Podemos, facilmente, observar isso no quarto episódio, onde um homem comum enfrenta dilemas familiares junto com a burocracia do dia a dia, evidentemente, cada vez mais estressado. A solução final para a sua paz é impagável.

Outras partes são apenas divertidas (como a primeira) ou travadas demais (que nem a segunda). Porém, conseguem passar um recado um interessante em suas estórias. Já o quinto episódio é o mais pesado de todos, até mesmo porque tem pouco, ou nenhum, humor. Inclusive, este, de tão detalhista em suas nuances, fica a dúvida se o roteirista, realmente, presenciou uma estória semelhante (alguém da elite que comete um crime, e uma pessoa simples e pobre é acusada em seu lugar).




O filme termina de forma histriônica, ridícula, quase como uma "novela mexicana". De fato, diverte, mas, poderia ter finalizado de uma maneira mais ácida, com um verdadeiro tapa na cara do espectador. Faltou, por assim dizer, ousadia. Caso fosse um dos primeiros "relatos", seria menos morno, menos lugar comum. Obviamente, fechando o trabalho, deixou a desejar. Uma pena, pois a estória de traição de traição de um noivo em pleno casamento poderia ter rendido momentos melhores.

Como um todo, "Relatos Selvagens" é uma crítica ao ser humano. Uma crítica aos seus preconceitos, ao seu estilo de vida, à sua falta de ética e de moral, enfim. Tudo permeado por momentos cômicos, pois, numa análise mais certeira, é isso o que a vida é: uma grande comédia. E, o filme acerta em cheio ao entender isso, e fazer suas críticas através de situações patéticas do cotidiano. Em suma, seria esse a grande característica das pessoas: ser um bobo da corte.




Até pela estrutura do filme, não dá pra destacar, necessariamente, uma ou outra atuação. Todos (inclusive, Darín) estão tranquilos e à vontade em seus papeis. Nada fora do comum, mas, com bastante competência. Só que o grande mérito do longa está mesmo no roteiro (bem estruturado) e na edição (ágil e certeira). E, tudo filmado com ritmo, das estórias mais densas até aquelas mais leves e escrachadas.

"Relatos Selvagens" é, sim, muito honesto na proposta. Utiliza o absurdo de seus enredos para criticar a sociedade de uma maneira até incomum. Diverte e reflete em doses iguais. Mostra que muitas situações pelas quais passamos não passam de pura comédia, e que, com um pouco mais de ironia, poderíamos até extrair alguma lição disso (por mais inusitada e perdida que seja a vida).


Nota: 8,5/10. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Dica Cultural

Festival MIMO 2016
Programação Olinda


MIMO significa Mostra Internacional de Música em Olinda. E, também resistência de arte da melhor qualidade. Nasceu em 2004, na cidade pernambucana que leva seu nome, e que hoje é patrimônio histórico da humanidade. O que não significa que o festival não ocorra em outros lugares, como vem acontecendo há alguns anos. Este ano, por exemplo, em sua 13ª edição, a MIMO já desembarcou em Portugal, e nas cidades brasileiras de Ouro Preto, Tiradentes, Paraty e, nos próximos dias, no Rio de Janeiro. E, claro, haverá espaço para sua cidade natal, Olinda, que irá abarcar inúmeras atrações de peso entre os dias 18 e 20 de novembro próximos.
A seguir, a programação completa da MIMO em Olinda.


CONCERTOS

18 Novembro / Sexta-Feira

Zeca Baleiro - Violoncelo e Piano
18h - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

João Fênix
19h - Igreja do Carmo

João Bosco & Hamilton d Holanda
19h30 - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

Mário Laginha & Pedro Burmes…