Pular para o conteúdo principal
Lista

Os 100 Melhores Discos da Década de 90


Muitos dizem que a década de 90, em termos de música, foi o último lampejo de criatividade que tivemos. Compreensível. O impacto de movimentos como o grunge e o manguebeat foram enormes, e a morte precoce de dois ícones daquela geração (Kurt Cobain e Chico Science), sem dúvida, foram sentidas como grandes perdas. Além disso, foram anos realmente movimentados na indústria fonográfica. O grunge, vindo diretamente de Seattle, mostrou que os artistas independentes podiam ter vez e voz no mercado, desbancando, mesmo que momentaneamente, muitos dos "medalhões" da época. O mesmo aconteceu no Brasil, com o movimento mangue, e a ascensão de bandas alternativas, como Chico Science e Nação Zumbi e Raimundos, que conseguiram furar o bloqueio da mídia (infestada, na época, pelo sertanejo, pagode e axé), conseguindo relativo sucesso. Ao mesmo tempo, tivemos a famigerada febre das boys bands, mostrando que nem tudo é perfeito, aonde tivemos inúmeros artistas teen com muita pose, mas, com pouca ou nenhuma qualidade musical. E, claro, não podemos esquecer do surgimento do Napster, e do compartilhamento gratuito de música na Internet, o que mudou consideravelmente o jeito como consumimos essa forma de arte. 

Ufa!!!

Se a década de 90 teve o último "boom" em termos de boa música, só o tempo dirá. Certo mesmo é que tivemos ótimos discos lançados nesse período, disso, não tenhamos dúvidas.

E, agora, sem mais delongas, segue a lista com 100 desses grandes álbuns da década de 90.



100°
"Dookie"
1994
Green Day


99°
"Temple of the Dog"
1991
Temple of the Dog


98°
"Wildflowers"
1994
Tom Petty


97°
"Bringing Down the Horse"
1996
The Wallflowers


96°
"August and Everything After"
1993
Couting Crows


95°
"Pablo Honey"
1993
Radiohead


94°
"Fear of the Dark"
1992
Iron Maiden


93°
"Dummy"
1994
Portishead


92°
"Fear of a Black Planet"
1990
Public Enemy


91°
"Goo"
1990
Sonic Youth


90°
"Crooked Rain, Crooked Rain"
1994
Pavement


89°
"Pretobrás - Por que que eu não pensei nisso antes?"
1998
Itamar Assumpção


88°
"Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo"
1999
Cássia Éller


87°
"Arise"
1991
Sepultura


86°
"Blues for the Red Sun"
1992
Kyuss


85°
"O Dia em Que Faremos Contato"
1997
Lenine


84°
"Som de Caráter Urbano e de Salão"
1999
Sheik Tosado


83°
"Core"
1992
Stone Temple Pilots


82°
"Fuá na Casa de Cabral"
1998
Mestre Ambrósio


81°
"Yield"
1998
Pearl Jam


80°
"The Sky is Crying"
1991
Stevie Ray Vaughan


79°
"Lapadas do Povo"
1997
Raimundos


78°
"Los Hermanos"
1999
Los Hermanos


77°
"Sobre Todas as Forças"
1994
Cidade Negra


76°
"The Man Who"
1999
Travis


75°
"A Vida é Doce"
1999
Lobão


74°
"Severino"
1994
Paralamas do Sucesso


73°
"Recipe for Hate"
1993
Bad Religion


72°
"Superfuzz Bigmuff"
1990
Mudhoney


71°
"Unplugged in New York"
1994
Nirvana


70°
"Parklife"
1994
Blur


69°
"Suede"
1993
Suede


68°
"Facelift"
1990
Alice in Chains


67°
"Everything Must Go"
1996
Manic Street Preachers


66°
"Dig Your Own Hole"
1997
The Chemical Brothers


65°
"Com Defeito de Fabricação"
1998
Tom Zé


64°
"O Marginal"
1992
Cássia Éller


63°
"Mellon Collie and the Infinite Sadness"
1995
Smashing Pumpkins


62°
"Achtang Baby"
1991
U2


61°
"Music From the Motion Picture Pulp Fiction"
1994
Vários Artistas


60°
"Bebadosamba"
1996
Paulinho da Viola


59°
"Fashion Nugget"
1996
Cake


58°
"Fight for Your Mind"
1995
Ben Harper


57°
"Buena Vista Social Club"
1997
Buena Vista Social Club


56°
"Clandestino"
1998
Manu Chao


55°
"Vulgar Display of Power"
1992
Pantera


54°
"Na Pressão"
1999
Paciência


53°
"Astronauta Tupy"
1997
Pedro Luis e a Parede


52°
"Harvest Monn"
1992
Neil Young


51°
"Time Out of Mind"
1997
Bob Dylan


50°
"Sobrevivendo no Inferno"
1997
Racionais Mc's


49°
"Lado B, Lado A"
1999
O Rappa


48°
"Titanomaquia"
1993
Titãs


47°
"Above"
1995
Mad Season


46°
"The Fat of the Land"
1997
Prodigy


45°
"Amorica"
1994
The Black Crowes


44°
"Smash"
1994
Offspring


43°
"Post"
1995
Björk


42°
"Vs"
1993
Pearl Jam


41°
"Tiny Music... Songs from the Vatican Gift Shop"
1996
Stone Temple Pilots


40°
"Check Your Head" 
1992
Beastie Boys


39°
"Na Calada da Noite"
1990
Barão Vermelho


38°
"Mama Said"
1991
Lenny Kravitz


37°
"Against The Grain"
1990
Bad Religion


36°
"American Caesar"
1993
Iggy Pop


35°
"In Utero"
1993
Nirvana


34°
"Rust in Peace"
1990
Megadeth


33°
"Weezer (Blue Album)"
1995
Weezer


32°
"Screamadelica"
1991
Primal Scream


31°
"Extra Width"
1993
Jon Spencer Blues Explosion


30°
"Sublime"
1995
Sublime


29°
"Automatic for the People"
1992
R.E.M.


28°
"Definitely Maybe"
1994
Oasis


27°
"Siamese Dream"
1993
Smashing Pumpkins


26°
"Rage Against the Machine"
1992
Rage Against the Machine


25°
"Roots"
1996
Sepultura


24°
"Ritual de lo Habitual"
1990
Jane's Addiction


23°
"Verde, Anil, Amarelo, Cor de Rosa e Carvão"
1994
Marisa Monte


22°
"Usuário"
1995
Planet Hemp


21°
"Badmotorfinger"
1991
Soundgarden


20°
"I Should Coco"
1995
Supergrass


19°
"The Southern Harmony and Musical Companion"
1992
The Black Crowes


18°
"Afrociberdelia"
1996
Chico Science e Nação Zumbi


17°
"Cure for Pain"
1993
Morphine


16°
"Sleeps With Angels"
1994
Neil Young


15°
"The Bends"
1995
Radiohead


14°
"Grace"
1994
Jeff Buckley


13°
"Dirty"
1992
Sonic Youth



12°
"Angel Dust"
1992
Faith no More


11°
"Dirt"
1992
Alice in Chains


10°
"Samba Esquema Noise"
1994
Mundo Livre S/A



"Chaos A.D."
1993
Sepultura



"Ten"
1991
Pearl Jam



"Da Lama ao Caos"
1994
Chico Science e Nação Zumbi



"Bloodsugarsexmagik"
1991
Red Hot Chilli Peppers



"Metallica"
1991
Metallica



"(What's the Story) Morning Glory?"
1995
Oasis



"Odelay"
1996
Beck



"Nevermind"
1991
Nirvana



"Ok Computer"
1997
Radiohead








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de Filme

"As Fitas de Poughkeepsie" (2007)
Direção: John Erick Dowdle.


A maldade humana já gerou filmes verdadeiramente perturbadores, mas, que, muitas vezes, são feitos de forma apelativa, sempre expondo mais violência, como numa forma de fetiche, do que propondo alguma forma de reflexão. Exemplos desse desserviço cinematográfico são muitos, e não vou citá-los aqui, porque só servem mesmo para alimentar mentes doentias. Porém, existem aqueles filmes que conseguem fugir dessa regra, e conseguem propor algo válido, ao mesmo tempo que assustam bastante. É o caso deste "As Fitas de Poughkeepsie".
Primeiramente, é bom que se diga que ele se trata de um falso documentário, usando a (hoje batida) técnica de found-footage, que consiste em apresentar filmagens de maneira amadora, aumentado o tom realístico da obra. O resultado, pelo visto, deu certo. Quando "As Fitas de Poughkeepsie" foi exibido pela primeira vez no conceituado Festival de Trapeze, em Nova Ior…
Lista Especial Final de Ano

20 MELHORES DISCOS DE 2017


Este ano, em termos de música, foi um pouco melhor do que 2016, indiscutivelmente. Novos artistas mostraram trabalhos maravilhosos (Triinca, Royal Blood, Rincon Sapiência, Kiko Dinucci), ao mesmo tempo que alguns da velha guarda voltaram com tudo, em discos que parecem de início de carreira (Accept, Living Colour). 
Além disso, tevemos obras das mais variadas teméticas, desde a banda instrumental Macaco Bong fazendo uma reeleitura pra lá de insana do clássico "Nevermind", do Nirvana, até artistas como Rodrigo Campos, Juçara Marçal e Gui Amabis, que, com "Sambas do Absurdo", emularam à perfeição a obra do filósofo Albert Camus. 
O resultado desta excelente miscelânea sonora está aqui, numa lista com os 20 melhores discos lançados neste ano que passou, cada um com cheiro e gostos diferentes, mas, que, de forma alguma, são indigestos.
Bon appétit. 🍴

20º
"In Spades"
The Afghan Whigs


19º
"The Rise of Chaos…
Dica de Disco

"Shade"
2017
Artista: Living Colour


BANDA CLÁSSICA DOS ANOS 80 CONTINUA NA ATIVA, E ACABA DE LANÇAR UM DISCAÇO DE ROCK QUE VALE A PENA SER OUVIDO ATÉ O ÚLTIMO SEGUNDO
O Living Colour foi um dos melhores grupos de rock surgidos nos anos 80, e que continuaram a ter relativo sucesso no início da década de 90. Entre idas e vindas, a banda já não lançava material inédito desde 2009, com o bom "The Chair in the Doorway". Eis que, em 2017, surge "Shade", 6º álbum de estúdio deles, e que comprova que o som do Living Colour não se tornou nem um pouco datado, visto que aqui vamos encontrar todos os elementos que tornaram a banda mundialmente conhecida, e que, ao mesmo tempo, ainda soa moderno e contagiante.



"Primos" de som do Red Hot Chilli Peppers e do Faith no More, o Living Colour, ao contrário destes, continua, ainda nos dias de hoje, com uma regularidade muito bacana em sua música, mesmo depois de mais de 30 anos de carreira. Isso se deve a…