Pular para o conteúdo principal
Lista

OS 100 MELHORES DISCOS DOS ANOS 2000

Por Erick Silva


Os anos 2000 foi realmente movimentado: Ataques terroristas, invasões norte-americanas, mensalão, fim do lendário regime de Fidel, popularização das redes sociais, etc, etc, etc , e a música, como uma antena de toda essa movimentação tentou captar todo esse burburinho. Com o surgimento de inúmeras bandas independentes, apesar de um pop crescentemente descartável, tivemos, sim, uma ótima década em termos de música. Claro, não se consome mais arte como antigamente, e bota antigamente nisso mas, no geral, sobrou vontade de fazer arte, e os que se arriscaram um pouco mais, conseguiram fazer discos que, se não serão tão lembrados daqui há muitos anos, pelo menos, ainda estão frescos em nossa memória pela qualidade e pelo bom gosto. Sim, os anos 2000 foram intensos; tanto quanto a sua trilha sonora. E teve muito rock, baby! 👿

Vamos, então, à lista dos melhores discos desse período...



100°
"O Silêncio que Precede o Esporro" (2003)
O Rappa


99°
"O Outro Mundo de Manuela Rosário" (2003)
Mundo Livre S/A


98°
"Out of Exile" (2005)
Audioslave


97°
"Frank" (2003)
Amy Winehouse


96°
"Hot Fuss" (2004)
The Killers


95°
"Black Gives Way to Blue" (2009)
Alice in Chains


94°
"Ruído Rosa" (2001)
Patu Fu


93°
"Devotos" (2000)
Devotos


92°
"Yours Truly, Angry Mob" (2005)
Kaiser Chiefs


91°
"Inclassificáveis" (2008)
Ney Matogrosso


90°
"Cordel do Fogo Encantado"(2001)
Cordel do Fogo Encantado


89°
"Franz Ferdinand" (2003)
Franz Ferdinand


88°
"Futura" (2005)
Nação Zumbi


87°
"Zona e Progresso" (2001)
Pedro Luís & A Parede


86°
"Aurora 5365" (2000)
Mônica Feijó


85°
"Electro Cidade" (2004)
Astronautas


84°
"The Bedlam in Goliath" (2008)
The Mars Volta


83°
"Carnaval no Inferno"
Eddie


82°
"Steal this Album" (2003)
System of a Down


81°
"Broken Boy Soldiers" (2006)
The Raconteurs


80°
"First Impressions of Earth" (2006)
The Strokes


79°
"Reality" (2003)
David Bowie


78°
"Vagabundo" (2004)
 Ney Matogrosso e Pedro Luís & A Parede


77°
"Transfiguração" (2006)
Cordel do Fogo Encantado


76°
"Contraditório?" (2002)
Dj Dolores e a Orquestra Santa Massa


75°
"Get Born" (2003)
Jet


74°
"The Devil You Know"
Heaven and Hell


73°
"Wolmother" (2005)
Wolmother


72°
"Madame Saatan" (2007)
Madame Saatan


71°
"In Rainbows"
Radiohead


70°
"O Coração do Homem Bomba - Vol. 2" (2008)
Zeca Baleiro


69°
"Warpaint" (2008)
The Black Crowes


68°
"Community Music" (2000)
Asian Dub Foundation


67°
"Flores com Espinhospara o Rei" (2009)
Devotos


66°
"Audioslave" (2002)
Audioslave



65°
"Toda Vez Que eu Dou Um Passo o Mundo Sai do Lugar" (2007)
Siba e a Fuloresta


64°
"Whip it On" (2003)
The Raveonettes


63°
"Dear Catastrophe Waitress" (2004)
Belle & Sebastian


62°
"Samba Coco Raízes de Arcoverde" (2000)
Samba Coco Raízes de Arcoverde


61°
"Pra Fazer o Mundo Girar" (2005)
Sonic Júnior


60°
"Condom Black" (2001)
Otto


59°
"Black Holes and Revelations" (2006)
Muse


58°
"Leviathan" (2004)
Mastodon


57°
"Original Olinda Style" (2003)
Eddie


56°
"Turn on the Bright Lights" (2002)
Interpol


55°
"18" (2002)
Moby


54°
"O Gosto Antigo da Novidade" (2004)
Carfax


53°
"Orquestra Contemporânea de Olinda" (2008)
Orquestra Contemporânea de Olinda


52°
"Stankonia" (2000)
Outkast


51°
"Fuloresta do Samba" (2002)
Siba e a Fuloresta do Samba


50°
"Garotas Boas Vão Pro Céu, Garotas Más Não Pra Qualquer Lugar" (2000)
Rebeca Matta


49°
"American IV: The Man Comes Around" (2002)
Johnny Cash


48°
"Ventura"
Los Hermanos


47°
"Uh Huh Her" (2004)
PJ Harvey


46°
"Gorillaz" (2001)
Gorillaz


45°
"Yankee Hotel Foxtrot" (2002)
Wilco


44°
"Get Ready" (2001)
New Order


43°
"Unearthed" (2003)
Johnny Cash



42°
"Blood Montain" (2006)
Mastodon


41°
"Heartbreaker" (2000)
Ryan Adams


40°
"Cabeça Elétrica, Coração Acústico" (2005)
Silvério Pessoa


39°
"High Visibitlity" (2000)
The Hellacopters


38°
"American Idiot" (2004)
Green Day


37°
"Do Cóccix até o Pescoço" (2002)
Elza Soares


36°
"You Gotta go There to Come Back" (2003)
Stereophonics


35°
"Fome de Tudo"
Nação Zumbi


34°
"Ashes of the Wake"
Lamb of God


33°
"Life on Other Planets" (2003)
Supergrass


32°
"Lions"
The Black Crowes


31°
"Nadadenovo" (2004)
Mombojó


30°
"Rádio S.Amb.A." (2000)
Nação Zumbi


29°
"Hail To The Thief'" (2003)
Radiohead


28°
"Figure 8" (2000)
Elliot Smith


27°
"Babylon by Gus - volume I: O Ano do Macaco" (2004)
Black Alien


26°
"Icky Thump" (2007)
White Stripes


25°
"The Night"
Morphine


24°
"Into the Wild" (2007)
Eddie Vedder




23°
"Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos" (2009)
Otto


22°
"Favourite Worst Nightmare" (2007)
Arctic Monkeys


21°
"Reveal" (2001)
R.E.M.


20°
"Modern Times" (2006)
Bob Dylan



19°
"Crack the Skye" (2009)
Mastodon


18°
"Bloco do Eu Sozinho" (2001)
Los Hermanos


17°
"De Stijl" (2000)
The White Stripes


16°
"A Invasão do Sagaz Homem Fumaça" (2000)
Planet Hemp


15°
"Stories From The City Stories From The Sea" (2000)
Pj Harvey


14°
"Imprensa Cantada" (2003)
Tom Zé


13°
"Sem Nostalgia" (2009)
Lucas Santtana


12°
"Songs for the Deaf" (2002)
Queens of the Stone Age




11°
"Whatever People Say I Am Thats What Im Not" (2006)
Arctic Monkeys


10°
"Por Pouco" (2000)
Mundo Livre s/a



"Elephant" (2003)
The White Stripes



"Falange Canibal" (2002)
Lenine



"Rated R" (2000)
Queens of the Stone Age



"Nação Zumbi" (2002)
Nação Zumbi



"Relationship of Command" (2000)
At the Drive-in



"Kid A"
Radiohead




"Toxicity" (2001)
System of a Down



"Is This It" (2001)
The Strokes



"Back To Black" (2006)
Amy Winehouse





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de Filme

"As Fitas de Poughkeepsie" (2007)
Direção: John Erick Dowdle.


A maldade humana já gerou filmes verdadeiramente perturbadores, mas, que, muitas vezes, são feitos de forma apelativa, sempre expondo mais violência, como numa forma de fetiche, do que propondo alguma forma de reflexão. Exemplos desse desserviço cinematográfico são muitos, e não vou citá-los aqui, porque só servem mesmo para alimentar mentes doentias. Porém, existem aqueles filmes que conseguem fugir dessa regra, e conseguem propor algo válido, ao mesmo tempo que assustam bastante. É o caso deste "As Fitas de Poughkeepsie".
Primeiramente, é bom que se diga que ele se trata de um falso documentário, usando a (hoje batida) técnica de found-footage, que consiste em apresentar filmagens de maneira amadora, aumentado o tom realístico da obra. O resultado, pelo visto, deu certo. Quando "As Fitas de Poughkeepsie" foi exibido pela primeira vez no conceituado Festival de Trapeze, em Nova Ior…
Lista Especial Final de Ano

20 MELHORES DISCOS DE 2017


Este ano, em termos de música, foi um pouco melhor do que 2016, indiscutivelmente. Novos artistas mostraram trabalhos maravilhosos (Triinca, Royal Blood, Rincon Sapiência, Kiko Dinucci), ao mesmo tempo que alguns da velha guarda voltaram com tudo, em discos que parecem de início de carreira (Accept, Living Colour). 
Além disso, tevemos obras das mais variadas teméticas, desde a banda instrumental Macaco Bong fazendo uma reeleitura pra lá de insana do clássico "Nevermind", do Nirvana, até artistas como Rodrigo Campos, Juçara Marçal e Gui Amabis, que, com "Sambas do Absurdo", emularam à perfeição a obra do filósofo Albert Camus. 
O resultado desta excelente miscelânea sonora está aqui, numa lista com os 20 melhores discos lançados neste ano que passou, cada um com cheiro e gostos diferentes, mas, que, de forma alguma, são indigestos.
Bon appétit. 🍴

20º
"In Spades"
The Afghan Whigs


19º
"The Rise of Chaos…
Dica de Disco

"Shade"
2017
Artista: Living Colour


BANDA CLÁSSICA DOS ANOS 80 CONTINUA NA ATIVA, E ACABA DE LANÇAR UM DISCAÇO DE ROCK QUE VALE A PENA SER OUVIDO ATÉ O ÚLTIMO SEGUNDO
O Living Colour foi um dos melhores grupos de rock surgidos nos anos 80, e que continuaram a ter relativo sucesso no início da década de 90. Entre idas e vindas, a banda já não lançava material inédito desde 2009, com o bom "The Chair in the Doorway". Eis que, em 2017, surge "Shade", 6º álbum de estúdio deles, e que comprova que o som do Living Colour não se tornou nem um pouco datado, visto que aqui vamos encontrar todos os elementos que tornaram a banda mundialmente conhecida, e que, ao mesmo tempo, ainda soa moderno e contagiante.



"Primos" de som do Red Hot Chilli Peppers e do Faith no More, o Living Colour, ao contrário destes, continua, ainda nos dias de hoje, com uma regularidade muito bacana em sua música, mesmo depois de mais de 30 anos de carreira. Isso se deve a…