Pular para o conteúdo principal
Dica de Filme

"Invocação do Mal" (2013)
Direção: James Wan.


Trabalhar com terror é difícil. Assustar plateias mundo afora parece trabalho quase impossível, visto que a computação gráfica engoliu o que de melhor o gênero tinha: o clima. Baseado nisso, James Wan (que dirigiu o primeiro - e melhor - "Jogos Mortais") resolveu fazer um filme que retomasse os clichês desse tipo de produção, mas, com uma narrativa tão vigorosa que parecesse algo inédito. Eis que surge o macabro "Invocação do Mal".

Como acontece nas melhores histórias de terror, aqui o enredo é baseado em histórias verídicas, envolvendo um casal de investigadores paranormais que se tornaram famosos nos EUA na década de 70. São eles que tentam ajudar uma família à beira do caos depois que uma maligna entidade passa a atormentá-la. Falar mais a fundo do roteiro, em si, seria estragar as (boas) surpresas do filme, portanto, o foco, a partir daqui, será falar mais da narrativa e da produção como um todo.




Primeiro, é bom ver os lugares-comuns sendo quebrados. Quando a tal família passa a ser assombrada, ela reluta, mas, faz o que qualquer um de nós faria: muda-se para outra casa. Em qualquer outra produção, ela ficaria no mesmo lugar, sem tomar nenhuma atitude coerente. E, é isso o que torna "Invocação do Mal" tão especial: ele coloca o clichê ali, para o espectador desprevenido, para depois, dar uma bela reviravolta na trama, tornando a história mais tensa.

A parte técnica também é muito bem utilizada. Quando as atividades paranormais começam a ficar mais violentas, sutis efeitos visuais deixam as sequências mais angustiantes. Mas, até na ausência de técnica, o filme se sai bem. Nas cenas batidas de portas rangendo e vultos passando por trás dos personagens, não pensem que tudo vai ficar bem, achando que se trata de um gato ou um conhecido vindo por trás de alguém. Quem avisa, amigo é!




As partes que envolvem as explicações científicas dadas pelo casal de paranormais são, igualmente, interessantes. São deduções que, de fato, possuem algum sentido, e se percebe que o roteirista realmente se esforçou para tornar a coisa mais crível possível. Por sinal, um dos aposentos da casa deles, em que eles quando "relíquias" de seus serviços passados, é algo tão amedrontador, que em muito lembra a sensação do tenebroso quarto do assassino de "Seven - os Sete Crimes Capitais".

"Invocação do Mal" só peca nos (poucos) alívios cômicos pipocando aqui e acolá, e que parecem ser uma verdadeira praga no cinema hollywoodiano atual. Outro ponto negativo é o destino dado à família assombrada pela entidade; poderia ter sido melhor trabalhado e até mais pesado, dado o clima que o filme todo passou pra nós. Ou faltou mais ousadia, ou algum produtor intrometido deve ter dito: "Chega! Assim, está bom! Se não, a gente vai longe demais!"




Bom dizer que as atuações estão no ponto, nem extraordinárias, mas, tão pouco, apáticas. Nesse sentido, claro, destaque para Patrick Wilson e Vera Farmiga, como o casal protagonista da produção. E, James Wan, como diretor, prova que entende das coisas. Domina os clichês do gênero, e os subverte de maneira inteligente, passando a sensação que pretende para o espectador. Um cineasta que, com poucos recursos, consegue muito.

Provavelmente, "Invocação do Mal" só encontre rival como melhor filme de terror norte-americano recente em "O Exorcismo de Emily Rose". Ou seja, fazia tempo que assistir algo assim deixava uma boa parte do público perdendo o sono. Mas, não deve ser esse mesmo o objetivo de uma produção do gênero?


Nota: 8/10.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Dica Cultural

Festival MIMO 2016
Programação Olinda


MIMO significa Mostra Internacional de Música em Olinda. E, também resistência de arte da melhor qualidade. Nasceu em 2004, na cidade pernambucana que leva seu nome, e que hoje é patrimônio histórico da humanidade. O que não significa que o festival não ocorra em outros lugares, como vem acontecendo há alguns anos. Este ano, por exemplo, em sua 13ª edição, a MIMO já desembarcou em Portugal, e nas cidades brasileiras de Ouro Preto, Tiradentes, Paraty e, nos próximos dias, no Rio de Janeiro. E, claro, haverá espaço para sua cidade natal, Olinda, que irá abarcar inúmeras atrações de peso entre os dias 18 e 20 de novembro próximos.
A seguir, a programação completa da MIMO em Olinda.


CONCERTOS

18 Novembro / Sexta-Feira

Zeca Baleiro - Violoncelo e Piano
18h - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

João Fênix
19h - Igreja do Carmo

João Bosco & Hamilton d Holanda
19h30 - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

Mário Laginha & Pedro Burmes…