Pular para o conteúdo principal
DICA DE FILME

"INDOMÁVEL SONHADORA" (2012)




O cinema pode ser injusto inúmeras vezes. Assim como no futebol, nem sempre o melhor ganha a partida. O filme "Indomável Sonhadora" é bom exemplo disso. Concorrendo ao Oscar 2013 com filmes burocráticos ("Lincoln" e "A Hora Mais Escura") ou simplesmente ruins ("Argo"), foi praticamente ignorado, levando este último o prêmio de melhor filme do ano, num claro ato político (a estatueta foi dada a Ben Afreck, diretor de "Argo", pelas mãos da primeira-dama norte-americana Michele Obama). São coisas chatas de se constatar, mas que, porém, tornam filmes realmente bons como "Indomável Sonhadora" ainda mais especiais.

Hushpuppy é uma menina muito esperta, criativa e inteligente, mas que vive com bastante dificuldade com seu pai (que sofre de uma doença terminal), numa região que pode muito bem ser comparada com nossas favelas. Não por acaso, o lugar é chamado de Banheira. Acontece que uma forte tempestade arrasa com o local, e eles, mais alguns moradores remanescentes do lugar, vagam sem destino, tentando reconstruir suas vidas. Paralelo a isso, um programa do governo tenta ajudá-los, porém, a ajuda parece mais uma detenção do que um auxílio.




A estória do longa é muito bem contada, com o encanto necessário. Ter a visão de uma criança num mundo hostil não é necessariamente novo, mas aqui o viés adotado é de fato interessante. Suas ideias e atitudes, são muito bem boladas, sem deixar de lado a inevitável inocência de uma criança. A figura do pai também é retratada de forma bem inusitada. Muitas vezes, rude com Hushpuppy, nós aprendemos a admirar seu amor por ela, pois essa dureza, na verdade, é para fazê-la forte num mundo nem um pouco amigável.

O filme ainda se dá ao luxo de ter vários elementos fantásticos; afinal, estamos falando da visão de mundo de uma criança. Óbvio que produções como "Amelie Poullan" vêm à mente, mas, "Indomável Sonhadora" não é cópia de nada; consegue contar de uma forma original uma história que, por si, já é criativa. Melhor de tudo é que o filme foge dos clichês, e ainda tem um quê politicamente incorreto. Uma boa amostra desses elementos fabulosos trata de criaturas pré-históricas, que se descongelam de uma geleira e vão ao encontro de Hushpuppy, e quando a encontram, curvam-se, em reverência. Claro que se trata de uma metáfora aos medos e ao amadurecimento da personagem, mas as cenas, com bons efeitos especiais, são fascinantes. Efeitos esses muito bons para uma modesta produção como esta.




Mas nada disso talvez surtisse efeito se as atuações não compensassem, e aqui não há do que reclamar. Dwight Henry, que faz o pai, é convincente em seu papel, fazendo com que o espectador tenha real afeto pela sua luta de criar a filha em meio a tantas dificuldades. Mas, é Quvenzhané Wallis, como a "indomável sonhadora", quem proporciona um verdadeiro espetáculo. Ora engraçada, ora trite, ora pensativa, ela mostra uma segurança que muitas atrizes veteranas não possuem. A cena em que ela se encontra no leito do pai, já no final, é fantástica, digna de nota.

O ritmo do longa é ágil, sem ser superficial, e o roteiro ainda encontra espaço para alfinetar uma sociedade presa em suas riquezas e mordomias, deixando de lado uma vida mais simples e alegre. A própria Hushpuppy resume bem: "Fora daqui, as pessoas têm férias um vez por ano. Aqui, temos quase todos os dias".




"Indomável Sonhadora" está, desde já, entre os melhores filmes do últimos anos, ao lado de "Holly Motors", "A Árvore da Vida" e "Amor". Uma produção que quase foi esquecida devido a interesses mercadológicos do cinemão hollywoodiano. Porém, que conseguiu sobreviver a tudo isso. Simples, ingênuo e arrebatador. Um filme inesquecível.





NOTA: 10/10.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Dica Cultural

Festival MIMO 2016
Programação Olinda


MIMO significa Mostra Internacional de Música em Olinda. E, também resistência de arte da melhor qualidade. Nasceu em 2004, na cidade pernambucana que leva seu nome, e que hoje é patrimônio histórico da humanidade. O que não significa que o festival não ocorra em outros lugares, como vem acontecendo há alguns anos. Este ano, por exemplo, em sua 13ª edição, a MIMO já desembarcou em Portugal, e nas cidades brasileiras de Ouro Preto, Tiradentes, Paraty e, nos próximos dias, no Rio de Janeiro. E, claro, haverá espaço para sua cidade natal, Olinda, que irá abarcar inúmeras atrações de peso entre os dias 18 e 20 de novembro próximos.
A seguir, a programação completa da MIMO em Olinda.


CONCERTOS

18 Novembro / Sexta-Feira

Zeca Baleiro - Violoncelo e Piano
18h - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

João Fênix
19h - Igreja do Carmo

João Bosco & Hamilton d Holanda
19h30 - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

Mário Laginha & Pedro Burmes…