Pular para o conteúdo principal
DICA DE FILME

"O Enigma de Kaspar Hauser" (1974)


O cineasta Werner Herzog é mais conhecido por obras-primas como a refilmegem de "Nosferatu", "Crepúsculo dos Deuses" e "Fitzcarraldo". Porém, existe um filme seu, que é mais desconhecido, mas que pode ser considerado seu grande momento. Trata-se de "O Enigma de Kaspar Hauser".


A estória, por si, já é intrigante. Um jovem e assustado Kaspar Hauser é deixado sozinho numa praça por um senhor. Permanentemente imóvel, ele só possui a roupa do corpo, mais uma carta numa mão e seu chapéu e um livro de orações na outra. Os moradores do local então o recolhem e começam a cuidar dele. Descobre-se que Hauser foi criado desde pequeno num calabouço, e que só agora, possou a ter contato com o mundo externo e com as pessoas. No seu novo lar, ele começa a aprender das coisas mais simples (andar e comer) até as mais complexas (ler e escrever). O problema é que, por não ter filtros sociais da hipocrisia, ele passa a falar o que sente, causando muito desconforto a quem está ao seu redor.

Herzog, com essa premissa fascinante, supostamente baseada em fatos reais, conseguiu construir uma poética e pungente fábula sobre o desajuste social de muitas pessoas em se adequar a padrões sociais. É, mais ou menos, o que Tim Burton faria alguns anos depois com seu "Edward Mãos de Tesoura". No entanto, enquanto Edward prezava pela ingenuidade e um certo freak (características de Burton), Kaspar Hauser é mais ácido e irônico, mas não menos interessante e engraçado.



Inclusive, o ator que interpreta Hauser, Bruno S., é um espetáculo à parte. Desde suas representações faciais (com os olhos escancarados) até seus trejeitos corporais, passando por um indefectível sotaque alemão, Bruno compôs um personagem icônico e maravilhosamente cativante. Detalhe que ele não era um ator profissional, mas um "desajustado social", que aceitou fazer o filme. Além disso, as falas de Hauser também são de uma verdade desconcertante e um dos ponto altos do filme. Exemplos:

"Eu não entendo como vocês podem acreditar num Deus que do nada fez tudo. Antes de aceitar cegamente uma fé eu preciso aprender a ler e escrever, e aí sim entender o que isso significa".

"A única coisa interessante em mim é a vida".

"Detesto igrejas, pois os cantos desses fiéis são infernais. E, quando eles finalmente se calam, o pastor começa a gritar".


O roteiro também é um destaque, pois conta, sem grandes atropelos a estória de Kaspar Hauser de forma tranquila e direta. Preciso falar também da trilha sonora, que unida a fantásticas imagens oníricas e paisagísticas, conferem ainda mais força à narrativa, sendo quase um personagem avulso.

Talvez a parte que menos tenha gostado tenha sido a do final, onde é mostrada a autópsia de Hauser, na qual médicos encontram algumas anomalias em seu cérebro. Ora, até aquele momento, nenhuma explicação racional tinha "desvendado" a figura dele. Portanto, mostrar o espanto desses médicos diante de algo que nem eles sabiam como explicar ficou deslocado e desnecessário. Mas, isso é apenas um pequeno adendo diante de uma obra quase sempre estupenda.

"O Enigma de Kaspar Hauser" é poesia em estado bruto, um raro momento cinematográfico em que praticamente tudo deu certo, e onde seus realizadores se esforçaram ao máximo para comporem algo especial. De fato, essa é a grande obra-prima de Herzog, e uma das mais belas do cinema como um todo.

E, que, um dia, todas as pessoas sejam possuídas pelo mesmo senso de honestidade de Kaspar Hauser.




NOTA: 9,5/10.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Dica Cultural

Festival MIMO 2016
Programação Olinda


MIMO significa Mostra Internacional de Música em Olinda. E, também resistência de arte da melhor qualidade. Nasceu em 2004, na cidade pernambucana que leva seu nome, e que hoje é patrimônio histórico da humanidade. O que não significa que o festival não ocorra em outros lugares, como vem acontecendo há alguns anos. Este ano, por exemplo, em sua 13ª edição, a MIMO já desembarcou em Portugal, e nas cidades brasileiras de Ouro Preto, Tiradentes, Paraty e, nos próximos dias, no Rio de Janeiro. E, claro, haverá espaço para sua cidade natal, Olinda, que irá abarcar inúmeras atrações de peso entre os dias 18 e 20 de novembro próximos.
A seguir, a programação completa da MIMO em Olinda.


CONCERTOS

18 Novembro / Sexta-Feira

Zeca Baleiro - Violoncelo e Piano
18h - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

João Fênix
19h - Igreja do Carmo

João Bosco & Hamilton d Holanda
19h30 - Mosteiro de São Bento / Palco Se Ligaê

Mário Laginha & Pedro Burmes…