Pular para o conteúdo principal
DICA DE FILME

"OS INQUILINOS (OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM)" (2009)
Diretor: Sérgio Bianchi.


Se for para tecer algum elogio ao diretor Sérgio Bianchi, diria apenas que se trata de um corajoso. Enquanto o cinemão recente quer ser denúncia, mas acaba sendo vazio ("O Som ao Redor" e "Tropa de Elite"), os filmes de Bianchi são tensos, inquietantes, provocativos e colocam tanto o dedo na ferida certa, como na cara do espectador. Longe de serem maniqueístas ou pseudointelectuais, as obras desse cineasta são diretos, incisivos e honestos. Não é o caminho mais fácil, mas, de fato, é a atitude artística que mais respeito.

"Os Inquilinos" trata não somente dos conflitos sociais e da violência urbana, mas como um ambiente desfavorável pode "bestializar" as pessoas, deixando-as cada vez mais insensíveis diante de tanta barbaridade. Aqui, ao contrário de "Tropa de Elite", por exemplo, não existe um personagem caricato representando o apresentador de programa policial. Há, sim, imagens reais de um programa que verdadeiramente existe e que banaliza a violência, por mostrá-la de maneira tão sensacionalista.



Muitos dizem também que "O Som ao Redor" (aquela mea culpa fajuta da classe média recifense) é tenso! Então, essas pessoas precisam, urgentemente, assistirem "Os Inquilinos", e aprender o que é, de fato, tensão. São quase duas horas expondo o desespero do personagem Valter frente a vizinhos que ele sabe que são bandidos, mas nada pode fazer, pois pensa na segurança da sua família em primeiro lugar.

As atuações, como sempre acontecem nos filmes de Bianchi, são bastante convincentes, além do diretor conduzir a estória de maneira segura, e, ao mesmo tempo, irônica e mordaz. Pra quê tentar colocar muita poesia, entre outros floreios, aqui? Exemplos recentes mostram que isso não é opção para dar força à trama, mas por pura falta do que dizer. E, acreditem, "Os Inquilinos", com pouco, diz muito. Ao final, a constatação: o ambiente pode lhe mudar, fazendo você ficar indiferente, e levando, como gado, sua vida cotidiana, mesmo que se sinta incomodado com tantas injustiças.




"Os Inquilinos" não deixa nada a dever a outros filmes de Bianchi. Uma rara inteligência e comprometimento no cinema brasileiro de hoje. Fugindo de fórmulas prontas, é um filme obrigatório para quem quiser saber um pouco mais porque a sociedade brasileira está tão ignorante.


NOTA: 9,5/10.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lista

10 Melhores Discos Nacionais de 2017 (Até Agora)


Sim, meus caros, não está nada fácil. Achar os "10 melhores discos nacionais lançados em 2017 (ate agora)" demandou bastante tempo, mesmo porque, até no meio do cenário indie, anda rolando uma certa mesmice em termos de sons e atitudes, com bandas soando rigorosamente iguais umas as outras. Está faltando identidade e carisma até na nossa música alternativa, infelizmente. Mas, lamentações à parte, esta é uma pequena lista que se propõe a ser um guia atual para quem deseja saber o que anda acontecendo de bom por aí. 
Torcer, agora, para que os próximos meses sejam mais produtivos no sentido de termos mais lançamentos bons como estes.
🎵


10°
"Feeexta"
Camarones Orquestra Guitarrística


"Canções Para Depois do Ódio"
Marcelo Yuka


"Triinca" Triinca

"Galanga Livre" Rincon Sapiência

"Vênus" Tupimasala
Lista Especial Final de Ano

20 MELHORES DISCOS DE 2017


Este ano, em termos de música, foi um pouco melhor do que 2016, indiscutivelmente. Novos artistas mostraram trabalhos maravilhosos (Triinca, Royal Blood, Rincon Sapiência, Kiko Dinucci), ao mesmo tempo que alguns da velha guarda voltaram com tudo, em discos que parecem de início de carreira (Accept, Living Colour). 
Além disso, tevemos obras das mais variadas teméticas, desde a banda instrumental Macaco Bong fazendo uma reeleitura pra lá de insana do clássico "Nevermind", do Nirvana, até artistas como Rodrigo Campos, Juçara Marçal e Gui Amabis, que, com "Sambas do Absurdo", emularam à perfeição a obra do filósofo Albert Camus. 
O resultado desta excelente miscelânea sonora está aqui, numa lista com os 20 melhores discos lançados neste ano que passou, cada um com cheiro e gostos diferentes, mas, que, de forma alguma, são indigestos.
Bon appétit. 🍴

20º
"In Spades"
The Afghan Whigs


19º
"The Rise of Chaos…
Dica de Filme

"As Fitas de Poughkeepsie" (2007)
Direção: John Erick Dowdle.


A maldade humana já gerou filmes verdadeiramente perturbadores, mas, que, muitas vezes, são feitos de forma apelativa, sempre expondo mais violência, como numa forma de fetiche, do que propondo alguma forma de reflexão. Exemplos desse desserviço cinematográfico são muitos, e não vou citá-los aqui, porque só servem mesmo para alimentar mentes doentias. Porém, existem aqueles filmes que conseguem fugir dessa regra, e conseguem propor algo válido, ao mesmo tempo que assustam bastante. É o caso deste "As Fitas de Poughkeepsie".
Primeiramente, é bom que se diga que ele se trata de um falso documentário, usando a (hoje batida) técnica de found-footage, que consiste em apresentar filmagens de maneira amadora, aumentado o tom realístico da obra. O resultado, pelo visto, deu certo. Quando "As Fitas de Poughkeepsie" foi exibido pela primeira vez no conceituado Festival de Trapeze, em Nova Ior…